COMO FUNCIONA SISTEMA ELEITORAL INGLATERRA?



Numa época em que se discute no Brasil a reforma política e, com ela, a possibilidade de mudança do sistema eleitoral brasileiro para distrital, é interessante a gente conhecer um pouco mais sobre o sistema eleitoral na Inglaterra, que é justamente por distrito. 
  • O sistema eleitoral é distrital. Ou seja: o Reino Unido é dividida em 650 distritos eleitorais - cada um com uma média de 70 mil eleitores. Por exemplo: o distrito onde eu e o Mike moramos se chama Liverpool Riverside (com cerca de 73 mil eleitores).
  •  O eleitor vota no candidato de sua preferência para representar o seu distrito. Cada distrito elege um representante - o Member of Parliament, chamado de MP. Ou seja: 650 distritos eleitorais correspondem a 650 representantes no Parlamento (650 MPs).
  • Atualmente existem 533 distritos eleitorais na Inglaterra, 59 na Escócia, 40 no País de Gales e 18 na Irlanda do Norte - os quatro países que compōem o Reino Unido. 
  • O partido que obtém a maioria absoluta de MPs (326 MPs num total de 650) é chamado pela rainha a formar Governo e o seu líder torna-se primeiro-ministro. O primeiro-ministro escolhe o seu gabinete.
  • O sistema político inglês é caracterizado, portanto, pelo parlamentarismo, que consiste nessa eleição de parlamentares ( os MPs, Members of the Parliament).
  • Vale lembrar que isso tudo acontece na House of Commons (Câmara de Comuns), composta pelos 650 MPs, eleitos pelo povo.

Sessão na House of Lords

  • Existe uma segunda Casa do Parlamento inglês: a House of Lords (Câmara de Lordes), composta cerca de 830 membros, que não são eleitos e sim nomeados pela rainha e recomendados pelo primeiro-ministro e por outros líderes dos partidos. É muita gente mesmo, e por causa disso e das mordomias (veja no próximo parágrafo) tem havido recentemente movimentos para a redução do número de membros da Casa. A última tentativa de reforma, no ano passado, tinha por objetivo exigir que os Lords fossem, - como os MPs - eleitos pelo povo.  Não deu certo.
  • Os lords não recebem salário; o que não quer dizer que seja um trabalho sem qualquer remuneração. Eles recebem por despesas com acomodação, viagens etc - valor que pode chegar até a 45 mil libras por ano (120 mil reais!). 
Westminster : a sede do Parlamento inglês

  • Como o nome indica, tradicionalmente todos os membros da House of Lords eram da aristocracia. Hoje nem todos são, mas sem dúvida são pessoas com prestígio político e/ou social como, por exemplo, ex-ministros e bispos. 
  • Muita gente tem a idéia equivocada que a House of Lords trata apenas de assuntos relacionados à realeza; isso não é verdade. Eles fiscalizam açōes do Governo por meio de comitês permanentes analisam e revisam projetos de lei nas mais diferentes áreas, como economia, ciência e tecnologia e comunicaçōes. 

E a rainha Elizabeth? Ela tem algum poder político? Bem, a monarca chefia o Estado e (sempre) aprova a indicação do primeiro-ministro, feita pela House of Commons. Ela tem três direitos: o de ser consultada, o de aconselhar e o de advertir - e reuniōes com o primeiro-ministro semanalmente. 
O afastamento do monarca inglês das decisōes políticas foi decidido há muito tempo, em 1689, quando uma lei definiu o Parlamento como autoridade máxima.

Gostou? Compartilhe:

25 comentários:

  1. Adorei esse blog. Mas estou com uma dúvida: existe companhia aérea que oferece vôo do Galeão para Liverpool ? E qual seria a conexão ? Parabéns pelo excelente blog.

    Abs.

    Luiz Fernando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiz Fernando ! Que bom que você gosta do blog ! Não existe vôo direto Galeao/ Liverpool. As opçōes são Galeão/Londres e pegar uma conexão ou o trem para Liverpool - o trem leva 2h15m e sai da Euston Station em Londres. Mas o que eu sempre faço é pegar um avião Rio/Paris (AirFrance) ou Rio/Amsterdam (KLM) e pegar a conexao para Manchester, cidade que fica pertinho de Liverpool. Do aeroporto de Manchester até o centro de Liverpool leva cerca de 45 minutos de carro - de taxi custa cerca para 50 libras; o trem é muito mais barato, claro.

      Excluir
    2. Eu faço a mesma coisa, mas vou para Birmingham e não Liverpool.
      Vou pela Lufthansa de GRU a Frankfürt e daí a Birmingham (BHX). Creio que deva haver vôo direto de Frankfürt a Liverpool, basta consultar o site da Lufthansa.

      Excluir
  2. Não conhecia seu blog e pesquisando uma outra coisa e aí surge sua página no Google. Entrei por curiosidade e gostei. Admiro muito o estilo de vida inglês, especialmente da época de Downton Abbey - série que gosto muito -, e vc traz muitas informações que não temos em outros sites.
    Que tal uma reportagem sobre os aristocratas sem dinheiro? Como eles vivem? Dizem que ainda q lisos, são muito respeitados...Parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vc gosta do blog ! Boa idéia para um post - os aristocratas lisos !!! rs Vou pesquisar sim !

      Excluir
  3. Oi voc ajudou p caralho no meu trabalho de geografia abrss trás presente p mim bjs s2s2 te amo sou seu fã

    ResponderExcluir
  4. Olá, pode me esclarecer quem vota na Inglaterra (se obrigatório) e os candidatos como são escolhidos (existe alguma exigência de formação acadêmica nível de conhecimento cultural, etc.), possuem imunidade parlamentar?
    Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Valdir ! Na Inglaterra o voto não é obrigatório. O cidadão que desejar votar em alguma eleição deverá se cadastrar - o cadastro pode ser feito online. Maiores de 18 anos podem ser candidatos a MPs - veja os detalhes aqui:http://www.parliament.uk/about/mps-and-lords/members/electing-mps/candidates/

      Excluir
  5. Olá! Excelente artigo.
    Para um brasileiro que mora legalmente em Londres e quer votar, qual o órgão que ele procura para poder votar nas eleições?
    É preciso um cadastramento? Investidores brasileiros que tem comércio e moram legalmente em Londres, também podem votar?
    Obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wagner, acompanhe o blog porque semana que vem saem posts que respondem às suas dúvidas ! Abraço, Claudia

      Excluir
  6. Muito legal e muito bem explicado! Finalmente entendi como funcionam as eleições para o Parlamento do RU, o que está me ajudando muito no meu trabalho! Só gostaria de confirmar se os distritos eleitorais estão espalhados por todo o Reino Unido, como na Irlanda do Norte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila ! Que bom que vc gostou do post ! O sistema eleitoral aqui na Inglaterra é bem diferente do Brasil mesmo... Respondendo à sua pergunta: os distritos eleitorais estão espalhados por toda O Reino Unido, sim; atualmente são 18 na Irlanda do Norte. Foi ótimo vc ter perguntado isso; eu inclui essa informação no post acima agora.
      Não deixe de ler um post bem completo, que vai sair na 5 f, dia 30 próximo, sobre como funciona o Parlamento, baseado num documentário da BBC e vários outros artigos sobre o assunto.
      Ah, se vc se interessar, há mais informaçōes sobre os distritos eleitorais no Reino Unido no site oficial do Parlamento:
      :http://www.parliament.uk/about/how/elections-and-voting/constituencies/
      Bj !

      Excluir
  7. O PROFESSOR DE INGLES DE MEU FILHO PASSOU UM TRABALHO UM POUCO COMPLICADO, PRECISO MUITO DA AJUDA DE VOCES: ELE QUER SABER QUANDO, ONDE E POR QUEM UMA CRIANÇA INGLESA É EDUCADA

    ResponderExcluir
  8. Que demais!
    E é mais um post de um assunto que vi que fiz um vídeo sobre... hahaha Este tá aqui: https://youtu.be/uIzqDwvpJY4
    Valeu, abração!

    ResponderExcluir
  9. de quanto a quanto tempo eles vota?

    ResponderExcluir
  10. São 03:38 da madrugada em Brasília e estou fazendo pesquisa para trabalho a ser apresentado na Universidade Católica de Brasília. Esse pequeno texto esclareceu e ajudou mais que muitos outros de cientistas políticos, juristas e sites especializados em direito. Obrigado.

    ResponderExcluir
  11. Ola! gostaria de saber se antigamente outros Estados tinham outros tipos de voto Exp:voto por cabeça (voto feito por maior quantidade de pessoas) obg a quem responder ;)

    ResponderExcluir
  12. Muito bom esse artigo. Parabéns. Fiquei apenas com uma dúvida, também em função dos últimos acontecimentos. Nas eleições o voto não é obrigatório, mas em um referendo, como esse que aconteceu agora, o voto é também não é obrigatório ou, nesse caso, ocorre o contrário? Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Bem objetivo, simples e claro. Obrigado.

    ResponderExcluir
  14. nao intendi uma coisa quem é orepresentante politico da inglaterra atual

    ResponderExcluir
  15. achei o blog objetivo e direto parabéns escreveram com clareza

    ResponderExcluir
  16. Oi Claudia, quem administra as cidades maiores como Manchester, Liverpool, Chester? E as cidades pequenas como Northwich, Crewe, Wincham, que fazem parte do condado de Cheshire, por exemplo?

    ResponderExcluir